Simbologia da Patrulha PDF Versão para impressão Enviar por E-mail

 

Texto adaptado de Manual do Curso Regional de Guias 2004 - AEP Região de Lisboa


Para sua organização, cada patrulha deverá dispor de algumas "ferramentas" que facilitam o bom funcionamento e espírito da patrulha.

 

Canto de patrulha
Deve ser construído tendo em conta, não só a mística relacionada com o animal totem da patrulha, mas também tendo em conta a sua funcionalidade. Um canto de patrulha organizado deve ter lugar para arrumação de:
- Material de actividades;
- Dossiers de patrulha;
- Varas de escoteiro;
- Recordações.

 

Arquivo
Se queres que a tua patrulha faça "história" no grupo deves considerar de extrema importância a organização do dossier ou dossiers de patrulha onde ficarão todos os registos de actividade da tua patrulha. Nenhum pormenor deve ser deixado ao acaso. Eis alguns exemplos de itens que podem existir nos dossiers. Vais ver que facilita muito o trabalho da patrulha:
- Programação de reuniões;
- Fichas com nome, morada, telefone dos elementos;
- Programas;
- Relatórios;
- Mapas de presença;
- Projectos de patrulha;
- Secretaria com actas e relatórios;
- Tesouraria com receitas e despesas das actividades, projectos de angariação de fundos,  orçamentos de actividades;
- Intendência com horários e preços de transportes, material de actividades;
- Cancioneiro;
- Jogos e animações;
- Provas;
- Correspondência;
- Locais de acampamento.

 

Mística

É importante guardar registos da mística da patrulha. Chama-se "tally" ao caderno de honra de uma patrulha. Todas devem ter um. Eis algumas coisas que devem ficar registadas:
- História da patrulha com data de fundação, elementos fundadores, escolha do animal totem, grito e lema;
- Locais secretos da patrulha;
- Cerimónias;
- Gritos;
- Rituais;
- Mensagens pessoais de elementos que saem, chefes, outras patrulhas.