Progresso formação e o papel do Guia de Patrulha PDF Versão para impressão Enviar por E-mail
 
Texto adaptado de Manual do Curso Regional de Guias 2004 - AEP Região de Lisboa

O que é o progresso e para que serve? 
 
O progresso escotista pretende dar a cada escoteiro um conjunto de capacidades e ensinamentos para o dia-a-dia e para a vida. 
É progressivo porque pretende, passo a passo, aumentar os conhecimentos, melhorando os já existentes ou dando outros. Por outro lado, atribui a pouco e pouco mais responsabilidades. 
No escotismo não se aprende só a partir do progresso escotista. Aprende-se também através das reuniões, das caminhadas, dos acampamentos, dos trabalhos, dos Fogos de Conselho, das animações, dos jogos, dos bivaques, etc. 
A patrulha deve realizar actividades onde o progresso possa estar presente e de acordo com as necessidades, dificuldades e interesses dos diferentes elementos da patrulhas. 
 
Quem é responsável pela formação dos escoteiros? 
 
O Guia de Patrulha é o responsável por instruir os seus elementos. Pode fazê-lo nas reuniões de patrulha ou nas actividades desenvolvidas pela patrulha ou Tribo. 
O Guia é responsável pela patrulha até na formação de cada elemento. 
O Guia de Patrulha tem que conhecer todos os seus elementos, as suas dificuldades, necessidades e interesses. Só assim pode instruir e ajudar os seus elementos a superar as dificuldades que têm em algumas provas. 
Assim, o Guia de Patrulha deve de ser o elemento com mais progresso da patrulha. Tem de estar sempre um passo à frente dos seus elementos, devendo saber para si e para ensinar aos outros. 
Deve procurar aperfeiçoar aquilo que sabe e que já ensinou, tentando aprender sempre o mais possível. 
Quando tem dificuldades ou necessita de ajuda deve solicitar aos seus dirigentes. 
 
Aspectos importante que o Guia de Patrulha ter em conta quando instrui os seus elementos.
 
Quando vai instruir, o Guia de Patrulha deve saber exactamente aquilo que pretende ensinar e o resultado que pretende obter. 
Deve fazer uma lista de verificação das necessidades formativas dos seus elementos, bem como da instrução que estes necessitam, por exemplo, para a realização de uma actividade, caminhada, acampamento, inter-patrulhas. 
Assim, tem de se certificar que tem os conhecimentos necessários ou se deve pedir ajuda. 
Métodos e técnicas que o Guia de Patrulha pode utilizar para instruir os seus elementos: 
As sessões de instrução podem ter duas partes: uma primeira teórica e outra prática. Nunca devem de ser só teóricas. Isto porque aprendemos melhor quando praticamos e experimentamos e o método Escotismo passa por isso mesmo, "aprender fazendo", 
A forma de ensinar tem de ser prática, original e atraente. Assim, para se explicar uma prova podemos ensinar de várias maneiras: simulações, jogos, canções, animações, representações, prática. 

Exemplos práticos que se podem utilizar para dar instrução: 
 
Lenda de S. Jorge - para se ensinar esta prova pode-se fazer uma dramatização com a patrulha, podendo apresentá-la num Fogo de Conselho, o que vai facilitar a compreensão e a memorização da história. 
 
Nós - a forma mais fácil será aplicar na prática. Por exemplo, durante um bivaque de pioneirismo, antes de um acampamento, pode-se exemplificar e fazer o nó em simultâneo com todos os elementos da patrulha e de seguida aplicar a utilização desse mesmo nó. Pode-se ainda fazer um concurso entre os elementos das patrulhas, podendo avaliar-se a rapidez, destreza, quem consegue fazer atrás das costas, etc. 
 
Sinais de pista - pode-se fazer um jogo com a Tribo. Combina-se entre os diferentes Guias da Patrulhas, em que as patrulhas, à indicação do Guia, têm de construir o sinal de pista com os corpos de todos elementos. 
 
Conhecer a utilização do lenço de escoteiro em primeiros socorros - pode-se idealizar um catástrofe ou um acidente em que alguns dos elementos da patrulha precisam de ser socorridos e os restantes elementos aplicam os primeiros socorros utilizando o lenço dos escoteiros. 
 
Conhecer a constituição, objectivos e fundamento dos Organismos Mundiais e Regionais do Escotismo - Pode-se combinar com todos os elementos da patrulha uma reunião de Patrulha em casa de um dos elementos, onde se possa fazer uma pesquisa na Internet sobre este assunto. 
 
Existem mil e uma formas de ensinar e se ser criativo na instrução dos elementos da patrulha. Por isso, Guia põe a tua imaginação a funcionar!