Lei, Lema da Alcateia e Máximas da Selva PDF Versão para impressão Enviar por E-mail

 

 

O Lobito não precisa que os Velhos Lobos lhe estejam sempre a dizer o que deve fazer. Ele sabe o que está certo e o que é  errado e faz sozinho o que é certo.

 

Lei

É composta por 2 artigos de fácil compreensão, acompanhados por gestos, que visam permitir que os elementos vejam a lei integrada no cenário da divisão, assim como facilita a sua memorização. A lei tem como propósito essencial servir de ferramenta ao dirigente para que o lobito o siga e obedeça, visto este, devido à sua idade e experiência, possuir um conhecimento que o lobito não tem. Visa também o cumprimento do que é correcto, e não daquilo que tem vontade de fazer. Para além da Lei, na Alcateia existe também as Máximas da Selva. Estas exprimem normas de comportamento simples (deveres para consigo próprio):

1. O Lobito escuta o Velho Lobo
2. O Lobito não se escuta a si próprio.
 

Lema: “O Melhor Possível”

Tentar sempre. Espera-se do elemento que se esforce e faça sempre o melhor que puder, mesmo que no fim não consiga. Está implícito que pode haver fracasso e que esse não deve ser penalizado – pelo contrário, se houve esforço, isso deve ser elogiado independentemente do resultado.
 
 
As Máximas da Selva
 
As Máximas são compostas por 5 artigos que transmitem regras de comportamento:
 
1. O Lobito pensa em primeiro lugar no próximo
2. O Lobito é alegre
3. O Lobito diz sempre a verdade
4. O Lobito abre os olhos e apura os ouvidos
5. O Lobito está sempre asseado
 
 
 
texto adaptado de aep.pt